poquito más

Ana d´Angelo

 

O contrabaixo que pontua a salsa é a melhor orientação para uns dias em Cartagena de las Indias. Seguir o ritmo do instrumento será dica única e fundamental para caminhar pelas ruas do século XVI, conversar com a alegre gente cartagenera, comer sua comida salpicada de banana e côco e rum, ler seu mais ilustre habitante, Gabriel García Marquez, e visitar os sítios de interesse, dar a volta completa pela muralha construída para proteger esta considerada uma das mais belas cidades do nosso continente, quiçá de mundo afora.

Quando Gabo chegou em Cartagena, a dona da pensão lhe advertiu: “Acá todo es distinto”. E o então jornalista não se fez de rogado. Viu um povo curioso e escreveu como ninguém histórias que exalam a paixão caribenha e as contradições de um lugar vítima de mais uma tacada da dominação espanhola, ataques de piratas, que recebeu negros vindos da África…

Ver o post original 240 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s